Grand Theft Auto se tornou um dos maiores nomes do entretenimento moderno. Sempre que um novo jogo da série é anunciado, a comunidade gamer fica muito entusiasmada, já que a Rockstar Games sempre costuma entregar ótimos jogos, principalmente quando estamos falando da sua maior franquia.

Ao longo de todos estes anos, além de criar mapas cada vez maiores, a empresa vem conseguindo apresentar inovações dentro da série. Com Grand Theft Auto V a Rockstar não fez diferente: o game, ao invés de ter um protagonista, conta com três personagens principais, todos eles podendo serem controlados pelo jogador. Quando o game foi anunciado, houve muita curiosidade para saber como a alternância entre os personagens siaria feita. Fato é que a empresa criou o sistema bem simplório, fazendo com que a troca seja feita com apenas dois comandos, sem que haja necessidade de entrar no menu do game. Em poucos segundos, você alternar o comando dos personagens, indo de um ponto de Los Santos para outro. Assim que a troca é feita, o outro personagem segue sua vida normalmente, mostrando o quão rico o jogo é.

É importante destacar que o jogador não consegue controlar os três personagens já no começo do jogo, é necessário avançar na história para desbloquear tal recurso. GTA V começa com um flashback, mostrando Michael e Trevor realizando um assalto. Durante a fuga, Michael é atingido por um tiro e Trevor se vê obrigado a abandonar seu companheiro para fugir da polícia. Na sequência, agora no presente, vemos Michael em uma sessão de terapia desabafando sobre sua vida frustrada e sua família. Logo depois, já fora do consultório, ele dá informação sobre a localização de uma casa para Franklin e Lamar.

Nesse momento o jogador assume o controle de Franklin, um jovem da periferia de Los Santos que trabalha roubando carros. É durante um desses roubos que Franklin efetivamente conhece e realiza um diálogo com Michael, oportunidade em que os dois se conhecem e começam a trabalharem juntos. Durante uma das missões principais, Trevor reencontra seu velho amigo Michael, quem ele acreditava que estava morto (em razão dos acontecimentos de 8 anos atrás). Apenas para fazer uma breve contextualização, Trevor é um insano e violento produtor de metanfetamina, sendo com toda certeza um dos personagens mais malucos de toda a franquia. No momento em que os três personagens passam a agir juntos é que vemos o quão grandioso Grand Theft Auto V consegue ser.

Além das diferentes personalidades e histórias de vida, cada um dos três personagens possui um tipo de habilidade especial. Franklin tem a capacidade de desacelerar o tempo durante manobras com veículos terrestres, podendo, desta forma, evitar colisões enquanto dirige em alta velocidade. Michael tem a habilidade de desacelerar o tempo durante um tiroteio, permitindo atingir oponentes com uma maior facilidade. Já Trevor é capaz de causar dano dobrado em inimigos e sofrendo metade do dano ao ser atingido. E como saber a hora certa de utilizá-las? Debaixo do mapa, além das barras de saúde e colete, GTA V tem uma barra amarela que indica a possibilidade de usar tais habilidades. Quando está carregada no máximo, o jogador pode utilizar os atributos especiais por um período de até 30 segundos.

As grandes missões do jogo são divididas em várias etapas. Antes de iniciá-las, é necessário coletar informações e reunir os equipamentos e veículos que serão necessários. Completada a fase de planejamento, o jogador pode finalmente iniciar as missões mais complexas já vistas em toda a franquia. Não que elas sejam extremamente difíceis (longe disso, já que o sistema de checkpoint é bem generoso), na verdade tais missões exigem a participação dos três protagonistas, sendo o jogador obrigado a alternar entre Franklin, Michael e Trevor para conseguir completá-las. É necessário que cada um deles executem tarefas específicas para que o grupo consiga atingir o objetivo principal.

O mapa de Grand Theft Auto V é o maior já visto na franquia. A nova Los Santos é bem maior e apresenta muito mais atrativos do que a cidade vista em Grand Theft Auto: San Andreas. Isso é ótimo, afinal, o que adianta ter um mapa enorme se ele for vazio e sem vida? O jogador pode participar de corridas (em veículos terrestres e aquáticos), de seções de ioga, pode praticar esportes (tênis, golfe e triatlo) e fazer muitas outras atividades disponíveis. O jogo também conta com missões secundárias, chamadas de estranhos e doidos. Pensa que acabou? Ainda existem eventos aleatórios, que surgem naturalmente no mapa enquanto o jogador passa pelo local, e as miscelâneas, que contam com uma série objetivos específicos, alguns deles envolvendo coletáveis. Fazer 100% em GTA V é uma tarefa que exige muitas horas de dedicação.

Grand Theft Auto V já é um jogo muito bonito no Xbox 360 e PlayStation 3; a Rockstar conseguiu pôr em prova todo o poder destes consoles na final da sétima geração. No Xbox One, PlayStation 4 e Windows, o jogo conta com gráficos ainda mais refinados, a cidade de Los Santos possui mais pessoas e carros nas ruas e a Rockstar introduziu um inédito modo em primeira pessoa. Pela primeira vez na história é possível completar um GTA totalmente em primeira pessoa, sem nenhum tipo de mod. A alternância entre primeira e terceira pessoa é imediata, sendo feita com um simples tocar de botão.

A jogabilidade do game é excelente, sendo bem fluida em todas as diversas situações. O estúdio praticamente melhorou e colocou em prática tudo aquilo que já deu certo em seus jogos anteriores. A inteligência artificial do game é muito boa, os inimigos respondem as ações do jogador e são capazes de formar pequenas estratégias para tentar surpreendê-lo. Em relação a trilha sonora, existem vinte e uma rádios com músicas licenciadas dos mais diversos estilos.

No tocante ao modo online, este foi o jogo entregou a melhor experiência multiplayer que eu já tive. Apesar de não ser um jogador que se aventure em partidas online (gosto mais de experiências single player), jogar Grand Theft Auto Online, especialmente com amigos, é uma experiência fantástica. Completar as heist (ou grandes golpes, como preferir) é extremamente divertido, principalmente no momento de traçar estratégias. Este é sem dúvidas um ótimo jogo para se divertir com amigos. Vale destacar também o vasto suporte que a Rockstar vem dando ao GTA Online, adicionando frequentemente novas atividades e missões a ele.

A única coisa que realmente às vezes me incomoda no game é o seu tempo de loading inicial, e a demora que é para carregar o modo online do game. Quando se está no modo online e sua internet sofre alguma oscilação, causando uma desconexão com a a partida, é necessário mais uma vez esperar alguns bons segundos para poder retornar as atividades. No entanto, é algo compreensível se formos olhar o tamanho do jogo. Depois que se consegue entrar, todos os demais carregamentos, especialmente no modo história, são bem mais rápidos. De qualquer forma, deixo aqui registrado essa questão do loading.

Lançado em 2013 para PlayStation 3 e Xbox 360, Grand Theft Auto V chegou ao Xbox One e ao PlayStation 4 no ano seguinte; o game também ganhou uma versão para Windows em 2015. Esta análise foi feita com base nas versões de Xbox 360 e Xbox One.



Considerações finais
Fazendo constantes sátiras com o modo de vida dos estadunidenses, GTA V é mais uma obra-prima da Rockstar Games. O game apresenta um mundo vasto e rico, cheio de opções e atividades para serem exploradas pelo jogador. A jogabilidade beira a perfeição, apresentando quase nenhum problema. Bugs existem, mas não são capazes de diminuir a grandiosidade do jogo. O que as vezes pode irritar um pouco é o demorado tempo de carregamento inicial e pequenos problemas de conexão no modo online.

É um game obrigatório para veteranos na série, sendo também muito recomendado para novatos na franquia. Mesmo tendo se passado alguns anos do seu lançamento, Grand Theft Auto V ainda é um dos melhores jogos de mundo aberto disponíveis no mercado, sendo também um dos jogos mais marcantes desta década.

Nota
★★★★★ - 5 - Excelente