Atenção! O texto a seguir contém spoilers da segunda temporada de Suits.

No final da segunda temporada, Jessica (Gina Torres) decidiu fundir a Pearson com a Darby International, firma de advocacia de Edward Darby (Conleth Hill), dando origem a Pearson Darby. Como Jessica impediu que Mike (Patrick J. Adams) utilizasse os documentos para impedir a união dos escritórios, Harvey (Gabriel Macht), que sempre foi contrário à junção das firmas, acaba se afastando de Mike por acreditar que ele o havia traído. A reconciliação entre os dois só acontece quando Mike e Louis (Rick Hoffman) estavam tendo uma relação profissional muito próxima, o que deixa Louis extremamente chateado. Infelizmente parece que o destino joga contra Louis.

Edward decide entregar para Harvey o caso da Hessington Oil, processo em que Ava Hessington (Michelle Fairley) está sendo acusada, por seus opositores, de suborno e assassinato. Um detalhe que vale ser ressaltado é que Darby tem um interesse pessoal no caso. Como Harvey está decidido a sair da firma, ele resolve fazer um acordo com Edward: se ganhasse o caso, ele queria ser demitido e ter a cláusula de não competição cancelada. No entanto, quando o promotor Cameron Dennis (Gary Cole) assume o caso, Harvey decide mudar os termos do acordo: caso vença, ele agora quer que Darby o apoie como sócio gerente do escritório. Harvey está determinado a derrubar Jessica.

A disputa entre Louis e Nigel Nesbitt (Adam Godley) pelo comando de funções dentro da Pearson Darby é responsável por dar um tom mais descontraído à terceira temporada. Para se ter ideia, até mesmo um julgamento simulado para decidir quem ficará com Mikado, o gato de Nigel, acontece na firma.

Outra questão inusitada surge quando uma espécie de Harvey inglês aparece na Pearson Darby: Edward envia Stephen Huntley (Max Beesley) para auxiliar Harvey no que fosse preciso no caso de Ava. Tal como Louis e Nigel possuem várias características em comum, Stephen também se assemelha a Harvey. A situação entre os dois piora bastante no momento em que Stephen toma algumas ações no caso sem que Harvey saiba, além do fato dele estar tendo um relacionamento amoroso com Donna (Sarah Rafferty).

Uma surpresa ocorre quando Jessica decide nomear Harvey como sócio sênior, ocasião em que o escritório passa a se chamar Pearson Darby Specter. Como era de se esperar, Louis não gostou nem um pouco de ver o nome do colega na parede da firma. Depois dessa ação, Harvey é sincero com Jessica e lhe conta o que ele planejava fazer, além de mencionar não mais querer o acordo com Edward. A princípio, Jessica se sente traída, mas os dois precisam se unirem para resolver os problemas do escritório.

Durante a temporada, vários flashbacks são apresentados, oportunidade em que descobrimos como surgiu a relação entre Harvey e Donna, quais foram os motivos que levaram Harvey a abandonar o escritório da promotoria (que era comandado por Cameron Dennis), como Jessica chegou ao comando da firma e porque Mike foi expulso da faculdade de Direito.


Considerações finais
A terceira temporada de Suits é marcada pelo caso de Ava Hessington, que se arrasta por mais da metade dos episódios, apresentando muitas reviravoltas e um desfecho surpreendente. Em meio a esse complicado processo, vemos flashbacks que exploram o passado de grande parte dos personagens principais, o que enriquece a história da série. É engraçado ver como Harvey fazia as mesmas brincadeiras que Mike faz hoje. Temos também alguns bons momentos envolvendo Louis e Mike, dentre os quais destaco a hilária cena da banheira de lama. Louis é um cara bacana, mas pouco compreendido pelas pessoas; ele na verdade só quer ter amigos. Mesmo em meio a vários problemas, é legal ver a união de todos no escritório em momentos delicados, o que reforça que eles são uma família.

Um tema recorrente no terceiro ano da atração são os problemas de relacionamento dos personagens: a possível mudança de Rachel (Meghan Markle) para cursar Direito acaba balançando o seu relacionamento com Mike; a conturbada relação de Harvey com Scott (Abigail Spencer) mostra o quanto o advogado tem dificuldades em gerir um relacionamento amoroso; Louis e Sheila Sazs (Rachael Harris) também enfrentam desentendimentos; e Jessica acaba tendo de lidar com o processo de inventário de uma pessoa muito querida por ela. Para finalizar, Mike e Harvey passam apuros diante da possibilidade da situação de Mike ser descoberta por mais pessoas.

Nota
★★★★☆ - 4 - Ótimo


Veja mais sobre Suits:
└ 10 curiosidades sobre a série Suits
└ Análise da série Suits (1ª temporada)