Durante o ano, há um total de quatro temporadas de anime no Japão. No decorrer de cada uma, uma extrema variedade de produções são lançadas, algumas adaptando uma história já existente e outras contendo tramas completamente originais. 

As temporadas de anime são baseadas nas estações japonesas e são divididas basicamente da seguinte forma: 
• temporada de inverno: janeiro a março (nosso verão); 
• temporada de primavera: abril a junho (nosso outono); 
• temporada de verão: julho a setembro (nosso inverno); 
• temporada de outono: outubro a dezembro (nossa primavera). 

Quando falamos de lançamentos, não existe nenhum tipo de padrão obrigatório: um anime pode começar sem planos para término, enquanto outros já tem um planejamento definido. Tudo depende dos realizadores, mas existem certos aspectos que se repetem em todas as temporadas. 

É fácil perceber que a grande maioria das animações lançadas contém poucos episódios, normalmente apenas 12, terminando junto com a estação em que foi lançado. Há também os que se arriscam nos 24 episódios, cruzando mais de uma temporada. De forma geral, poucos são os animes que recebem muitos episódios.


Obras que ficam vários anos sendo exibidas, como Dragon Ball e One Piece, são realmente exceções. A verdade é que até os animes maiores costumam ter algumas pausas, tendo suas temporadas divididas em partes ou dando um intervalo temporal entre suas temporadas - mesmo havendo planos para muitos episódios desde o começo da exibição do anime. 

O formato de exibição também é algo bastante padronizado. A grande maioria das animações têm episódios lançados semanalmente, com aproximadamente 20 minutos de duração. Poucos fogem desta fórmula, mas há sim exceções: alguns animes apresentam episódios com de tamanhos diferentes e outro estilo de disponibilização dos episódios. 

A distribuição dos animes lançados em cada temporada é feita através de diferentes meios. Muitas obras tem novos capítulos adicionados semanalmente em serviços de streaming, enquanto outras ficam limitadas a televisão, sendo posteriormente comercializados em Blu-Ray. Também é comum que os animes, depois de finalizados, tenham todos os episódios liberados em alguma plataforma de streaming.

Além dos animes em si, durante as temporadas também são lançados filmes animados, cuja duração e formato de exibição também apresentam variações.