Já imaginou utilizar plantas para impedir uma invasão zumbi? Esta é a proposta de Plants vs. Zombies, jogo desenvolvido pela PopCap Games. Trata-se de um jogo do gênero tower defense, onde o jogador deve planejar a melhor forma de impedir com que os zumbis consigam entrar na casa e comam cérebros humanos.

Pode parecer algo bobo, mas Plants vs. Zombies é um jogo extremamente divertido. O modo história, chamado de "aventura", é dividido em cinco grupos de fases, cada um deles contando com dez níveis. Defesas precisam ser feitas durante o dia, noite, na piscina, no telhado e em cemitérios, o que afeta diretamente a estratégia a ser traçada.

Para se colocar as plantas e outros objetos na tela é necessário juntar energia solar. Existem plantas próprias para isto, sendo que durante o dia o jogador também consegue pegar as energias vindas do sol. À noite, com a ausência do sol, o jogador deve utilizar mais plantas e cogumelos que concedem energia. Nas fases em que há piscina, das seis colunas disponíveis para plantar, duas são compostas por água: para colocar plantas comuns na água, é preciso que antes o jogador coloque uma vitória régia no local. Já quanto as fases do telhado, há uma inclinação e um limite de locais disponíveis para plantar, caso queira expandir as opções o jogador deve, previamente, colocar um vaso no local desejado. Por fim, as fases do cemitério podem exigir que você destrua as lápides existentes no ambiente.

Conforme se vai avançando, o jogador vai desbloqueando novas plantas e mecanismos para tentar impedir as ordas de zumbis. A variedade de plantas é bem grande: existem aquelas que retardam o deslocamento dos zumbis, que conseguem atingir os zumbis de uma longa distância ou em locais inclinados, que conseguem comer zumbis, dentre outras. O jogador ainda pode usar bolachas para fazer bloqueios, pimentas e bombas de cereja para destruir uma quantidade maior de zumbis, e outros vários mecanismos disponíveis. Cada uma das plantas e itens possuem o seu custo, só sendo possível colocá-los quando o jogador tiver a quantidade de energia solar suficiente.

Há também uma grande variedade de zumbis: no começo eles são comuns, mas não demora muito para aparecer zumbis que usam baldes de metal, cones e portas para se protegerem. Existe também zumbis que conseguem pular obstáculos, que se movem mais rapidamente, dentre muitos outros. Antes de iniciar cada fase, o jogador consegue ver quais são os tipos de zumbi com os quais se deparará, podendo, assim, escolher as plantas corretamente.

Como último recurso, no final do trajeto percorrido pelos zumbis, existem cortadores de grama: se os zumbis conseguirem destruir todas as plantas existentes em determinada coluna, o cortador de grama ainda os impedirá, uma única vez, de invadir a casa. Existem também outros modos de jogo, como mini-games e cultivação de jardim.

Lançado originalmente em 2009 para Windows e macOS, Plants vs. Zombies também está disponível para Xbox 360, Nintendo DS, PlayStation 3, PlayStation Vita, Android, iOS e Windows Phone. Esta análise foi feita com base na versão para Windows.


Considerações finais
Apesar da mecânica simples, Plants vs. Zombies é um divertido jogo de estratégia que certamente lhe renderá algumas boas horas de diversão. O visual cartunesco é extremamente bonito e agradável. A trilha sonora é discreta, podendo às vezes tornar-se repetitiva. Os cenários e os tipos de zumbis afetam completamente a forma com que o jogador deve armar o seu "exército de plantas", aumentando a variedade e o dinamismo do gameplay. No geral, Plants vs. Zombies é um ótimo game do gênero tower defense.

Nota
★★★★☆ - 4