ATUALIZAÇÃO: Dezembro de 2017
Neste ano surgiram informações que um grupo de brasileiros teria conseguido desbloquear os modelos de Xbox 360 fabricados em 2015 e 2016 (aqueles que possuem a placa-mãe Winchester). A verdade é que não se trata propriamente de um desbloqueio, mas sim de um método de burlar o sistema que exige sempre a conexão com a internet.

O método funciona como uma espécie de compartilhamento de conta, vou explicar de uma maneira bem resumida como funciona. Você liga o videogame, entra no perfil do sujeito que oferece o serviço e abre o jogo. Após fazer a autenticação da licença do game, é necessário apertar um botão, que é instalado na placa de Wi-Fi, para desconectar da internet. Desconectado da internet, você deve sair desse perfil, ligar a placa de Wi-Fi e entrar no seu perfil para jogar.

"E a mídia pirata? O vendedor fala que também é possível usar disco!" Calma! Essa mídia é gravada no formato GOD, com os arquivos e licença dos jogos digitais comprados na Xbox Store. Esses arquivos são copiados da pasta "content\0000000000000000\". Este mesmo método é utilizado com HDs externos.

Isso não é desbloqueio! Primeiro porque você precisa sempre estar com o seu Xbox conectado na internet; segundo, você não tem a liberdade de ir até uma banca comprar jogos paralelos ou fazer o download dos jogos que você quer na internet; terceiro, você só poderá jogar os jogos que o sujeito comprou mídia digital na conta dele. Conclusão: não existe desbloqueio para os Xbox 360 fabricados em 2015 ou 2016, o que essas pessoas oferecem é um método de burlar o sistema com contas compartilhadas.

ATUALIZAÇÃO: Julho de 2017
Como esta postagem foi feita em 21/04/2016 e recebe um grande número de acessos diariamente, achei importante fazer uma atualização, já que recentemente surgiram algumas pessoas oferecendo desbloqueios para consoles fabricados em 2015 e 2016. É importante que você saiba que ainda não existe nenhum tipo de desbloqueio para estas versões do Xbox 360! Não caia na conversa de vendedores mal intencionados que oferecem "milagres"! Como já foi dito anteriormente, provavelmente eles farão a troca da placa-mãe do seu console por outra de segunda mão.


TEXTO ORIGINAL
Uma das postagens mais acessadas e comentadas do Portal E7, publicada em 2014, traz uma lista de informações sobre os vários desbloqueios disponíveis para o Xbox 360. Naquela época havia muitas opções de desbloqueio, o que causava certa confusão entre as pessoas. Como cada tipo de destravamento tem as suas peculiaridades, nós tentamos elaborar um texto que fosse fácil de ser compreendido.

Acontece que na data desta postagem, o cenário mudou. Tudo começou quando a Microsoft anunciou, na sua conferência na E3 2013, o Xbox 360 E (Slim E ou super slim). O console ganhou um visual inspirado no Xbox One, que chegaria ao mercado no final daquele ano. Apesar da mudança visual, os primeiros consoles super slim não enfrentaram problemas para serem desbloqueados.

Em setembro de 2014, a Microsoft desenvolveu uma nova placa-mãe para o 360, chamada Winchester (clique aqui para saber mais sobre os tipos de placa-mãe do Xbox 360). Essa placa passou a equipar todos os consoles fabricados no final de 2014, mas a grande diferença foi notada mesmo a partir de 2015, quando todos aparelhos já saiam das fábricas equipados com a placa Winchester. Digo que a diferença foi sentida mesmo em 2015 porque em 2014 ainda era possível encontrar, com facilidade, as versões slim que estavam em produção desde 2010.


A placa-mãe Winchester foi uma ação da Microsoft contra a pirataria e apresenta uma arquitetura totalmente diferente daquela vista nas anteriores, incluindo um novo tipo de processador, que impede os desbloqueios como o LT 3.0/LTU e o RGH.


Como saber se o seu Xbox 360 é afetado?
Para saber se o seu Xbox 360 super slim pode ser desbloqueado, precisamos ver qual foi a data de fabricação do seu videogame. Na parte traseira do console, há uma etiqueta que apresenta algumas informações. Note que na imagem abaixo, antes de "MFR Date", há alguns números que indicam a data de fabricação. Temos o ano, o mês e o dia, respectivamente.


Neste caso a data de fabricação é o dia 20 de março de 2015, ou seja, dentro dele há uma placa Winchester.


Cuidado com os vendedores
Até a data de hoje, não há nenhum desbloqueio oficial para a placa Winchester que rode todos os jogos já lançados para o Xbox 360, como é o caso do LT 3.0/LTU, onde você pode comprar jogos em mídia física paralela em qualquer loja, ou do RGH, que permite que os jogos sejam gravados direto no HD.

Não caiam na conversa de vendedores: eles podem trocar a placa do seu aparelho, ou inventar alguma gambiarra que lhe obrigará a comprar jogos apenas dele. Desta forma, não vale a pena arriscar com algo que possa lhe dar dor de cabeça no futuro. Lembrando que o técnico vai abrir o seu Xbox e você perderá a garantia.

Assim que sair (se sair) algum desbloqueio para a placa Winchester, nós atualizaremos esta pastagem.


Vale apena desbloquear um console hoje?
Você já parou para pensar se realmente esse é o momento certo para desbloquear o seu Xbox 360? Um console que já tem um sucessor no mercado (Xbox One) tem algumas vantagens para aquelas pessoas que não pretendem ficar gastando muito dinheiro com o videogame.

A primeira delas é a Xbox Live Gold. Com uma assinatura anual, você ganha 24 jogos de graça (Games with Gold) e ainda pode jogar online com seus amigos sem ter nenhuma preocupação de ser banido (a não ser que você viole as normas de comportamento da Xbox Live). Além disso, você também ganha 24 jogos grátis para o Xbox One, que você pode ir pegando para futuramente jogar no novo console da Microsoft - este último ponto logicamente deve ser levado em conta apenas se, no futuro, você tem planos de comprar um Xbox One. Também estão disponíveis assinaturas de 1 e 3 meses.

A segunda é que direto você encontra jogos originais em promoção nos grandes varejistas brasileiros por preços bem atrativos, nada dos absurdos R$ 200 ou mais cobrados em um lançamento. Vale lembrar que daqui para frente a tendência é que o preço dos jogos do 360 só caiam, pelo fato do console já ter um sucessor no mercado. Isso sem contar as promoções de games que ocorrem toda semana na Xbox Live, alguns com preço muito baixo (assinantes da Live Gold costumam ter um desconto maior). Eu mesmo já comprei dois jogos da franquia Tomb Raider por R$ 9,75 cada; é só ficar de olho nas promoções.

A terceira, e não menos importante, são os jogos usados. Você muitas vezes encontrará em lojas ou na internet games originais usados com preços muito próximos ao dos games piratas. Além disso, muitas lojas aceitam o seu game usado na troca por outro.

A quarta e última vantagem é a garantia. Para que se efetue qualquer alteração no console é preciso abri-lo. Essa abertura danifica o lacre de garantia da Microsoft, ou seja, se o aparelho apresentar qualquer problema dentro do primeiro ano de uso, você terá que arcar com todas as despesas para consertá-lo.


Espero mais um pouco e pego um Xbox One?
Talvez o maior problema aqui seja o preço. Levando-se em conta que vários jogos do Xbox 360 estão chegando ao Xbox One por meio da retrocompatibilidade e que o X-One receberá todos os grandes futuros lançamentos, ao contrário do Xbox 360, o novo console da Microsoft parece ser mais atrativo.

Se você tem condições para comprar um Xbox One, esta com certeza é a melhor opção. Esperar um pouco mais e juntar uma quantia maior de dinheiro para adquirir o novo console certamente será uma boa escolha a se fazer. Vale lembrar que em breve também ficará mais difícil de encontrar o Xbox 360 no mercado, já que a Microsoft anunciou o fim da sua produção.