Ambientado durante a Segunda Guerra Mundial, na Alemanha nazista, O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pyjamas) conta a história do pequeno Bruno (Asa Butterfield), um garoto de apenas 8 anos que é filho de um militar (David Thewlis). Bruno mora junto com seus pais na cidade de Berlim, onde leva uma vida aparentemente normal e feliz.

A rotina do garoto muda completamente quando o seu pai é promovido e passa a comandar um campo de concentração nazista. Com o novo cargo, Bruno, sua irmã (Amber Beattie) e sua mãe (Vera Farmiga) acabam sendo obrigados a se mudarem para o novo local de trabalho do pai, deixando em Berlim amigos e familiares. O garoto não gosta da ideia de ter de abandonar tudo, mas seus pais tentam animá-lo afirmando que a nova residência será legal.

Chegando ao local, o que Bruno encontra é uma casa isolada, onde não há muito o que fazer. Cansado de todos os dias realizar as mesmas atividades, o garoto resolve explorar a residência e o seu jardim. Aos poucos, ele descobre a presença de outros seres humanos na região, os judeus que estão presos e são escravizados nas proximidades. Todos os seus "vizinhos" utilizam roupas com listras azuis, chamadas por Bruno de pijamas. O personagem não entende bem no que o pai trabalha, a única coisa que ele sabe é que o seu genitor desenvolve uma função importante para o país.

Os problemas começam a surgir quando Bruno resolve investigar uma área existente atrás de um portão localizado na lateral da residência. Impedido pela mãe de brincar naquele lugar, o garoto resolve ir até lá escondido, passando por uma pequena janela e atravessando um breve trecho de mata. Percorrendo esse caminho, Bruno chega até o campo de concentração dos judeus.

No local, o protagonista conhece Shmuel (Jack Scanlon), um garoto judeu, também com oito anos de idade. Apesar de estarem separados por uma cerca de arame farpado, os dois rapidamente se tornam amigos. Sendo a única criança que conheceu nas proximidades da sua nova residência, Bruno passa a visitar Shmuel constantemente. Mal sabem os dois o enorme perigo dessa amizade...

Apesar de abordar um tema pesado, o longa-metragem se desenvolve de uma maneira leve e possui um final comovente. Lançado em 2008, O Menino do Pijama Listrado foi dirigido por Mark Herman, e teve a sua narrativa inspirada no livro homônimo, escrito por John Boyne.


Considerações finais
Como enxergar a guerra com os olhos de uma criança? Este é o ponto alto do filme, que consegue retratar as atrocidades cometidas na Alemanha nazista sob a perspectiva do garoto Bruno, uma criança de apenas oito anos de idade. A verdade é que Bruno não entende o rumo que o seu país está tomando (e nem demonstra muito interesse em querer conhecer), ele quer apenas companhia para passar os dias na sua nova e entediante residência.

A serenidade e inocência do garoto é capaz de ultrapassar todo o preconceito e as atrocidades que o ser humano é capaz de fazer com os seus semelhantes. Com boas atuações e uma narrativa bem contada, O Menino do Pijama Listrado é um filme que nos faz pensar sobre o valor da empatia que devemos nutrir uns pelos outros. Embora tenha uma abordagem leve sobre o holocausto, o longa também consegue ser extremamente trágico quando é necessário.

Nota
★★★★☆ - 4 - Ótimo


➜ Você pode ler análises de outros filmes clicando aqui.