Ambientado durante a segunda guerra mundial, na Alemanha nazista, O Menino do Pijama Listrado (The Boy in the Striped Pyjamas) conta a história do pequeno garoto Bruno (Asa Butterfield), de apenas 8 anos. Filho de um militar nazista (David Thewlis), Bruno mora junto com seus pais na cidade de Berlim, onde leva uma vida aparentemente normal e feliz.

A vida do garoto muda radicalmente quando o seu pai é promovido e passa a comandar um campo de concentração nazista. Com o novo cargo, Bruno, sua irmã (Amber Beattie) e sua mãe (Vera Farmiga) acabam sendo obrigados a se mudarem para o novo local de trabalho do pai, deixando em Berlim amigos e familiares.

O garoto não gosta da ideia de ter de abandonar tudo, mas seus pais tentam animá-lo afirmando que a nova residência será legal. Ao chegar no local, Bruno encontra uma casa isolada, onde não há muito o que fazer. Cansado de todos os dias realizar as mesmas atividades, o garoto resolve então explorar a residência e o jardim da casa. Aos poucos Bruno vai descobrindo novas coisas, dentre elas a presença dos judeus, que são escravizados no local e utilizam roupas com listras azuis (que são chamadas de pijamas por Bruno).

Bruno não entende bem qual é o trabalho do pai, sabe apenas que ele desenvolve uma função importante para o país. Os problemas começam quando Bruno resolve explorar uma área existente atrás de um portão, localizado na lateral da residência. Como sua mãe não permite que ele brinque naquele lugar, o pequeno Bruno decide ir ao local escondido: após passar por uma pequena janela e atravessar um pedacinho de mata, Bruno chega até o campo de concentração dos judeus.

É justamente nesse local que Bruno conhece Shmuel (Jack Scanlon), um garoto judeu, também de 8 anos de idade. Apesar de estarem separados por uma cerca de arame farpado, os dois garotos rapidamente se tornam amigos. Sendo a única criança conheceu próximo ao local de sua nova residência, Bruno passa a visitar Shmuel constantemente. Mal sabem os dois o enorme perigo dessa amizade...

Apesar de abordar um tema pesado, o filme se desenvolve de uma maneira leve e o possui um final comovente. Lançado em 2008, O Menino do Pijama Listrado foi dirigido por Mark Herman, e teve a sua narrativa inspirada no livro homônimo, escrito por John Boyne.


Considerações finais
Como enxergar a guerra com os olhos de uma criança? Este é o ponto alto do filme, que consegue retratar as atrocidades cometidas na Alemanha nazista sob a perspectiva do garoto Bruno, uma criança de apenas 8 anos de idade. A verdade é que Bruno não entende o rumo que o seu país está tomando (e nem se demonstra muito interessado em conhecê-lo), ele quer apenas uma companhia para passar os dias na sua nova e tediante residência, ainda que ela seja o principal inimigo do seu país.

A serenidade e inocência de Bruno põe à tona o preconceito e as atrocidades que o seu humano é capaz de fazer com os seus semelhantes. Com boas atuações e uma história bem contada, O Menino do Pijama Listrado mostra que não se precisa de um investimento milionário para se fazer um bom filme. A única ressalva que eu faço é que o final do filme poderia ter sido melhor explorado, mas consigo entender que optaram por fazê-lo de uma forma mais "leve", assim como toda a história do holocausto é abordada.

Nota
★★★★☆ - 4 - Ótimo


➜ Você pode ver análises de outros filmes clicando aqui.