Ambientada no ano de 2010, a terceira temporada de Fargo começa sua narrativa com o conflito existente entre os irmãos Stussy, ambos vividos por McGregor. Emmit é dono de uma empresa de estacionamentos, enquanto Ray é apenas um agente de condicional. A desavença entre eles teve início com a divisão da herança: Emmit ficou com a coleção de valiosos selos do pai e consegui construir uma fortuna, ao passo que Ray herdou um velho Chevrolet Corvette. Diante da desigualdade existente entre eles, Ray sente que foi enganado por seu irmão e quer, a todo custo, tomar posse de um selo que está com Emmit.

Ray quer se casar com a criminosa Nikki Swango (Mary Elizabeth Winstead) e acaba pedindo dinheiro emprestado para seu irmão. Emmit, no entanto, recusa ajudá-lo. Diane a postura de seu irmão, Ray então procura o sentenciado Maurice LeFay (Scoot McNairy), que foi reprovado no teste de drogas, e encomenda o furto do selo que está guardado na casa de Emmit. Enquanto estava a caminho, Maurice perde o endereço da casa de Emmit. Lembrando-se apenas de alguns detalhes, ao invés de ir até a residência de Emmit Stussy em Eden Prairie, LeFay vai para a casa de Ennis Stussy (Scott Hylands) em Eden Valley.

Maurice LeFay acaba matando Ennis Stussy, que é padrasto da detetive Gloria Burgle (Carrie Coon). Gloria começa a investigar o crime, dando origem ao lado policial desta temporada. Para se livrarem de Maurice LeFay, que exigiu pagamento pelo serviço por ele efetuado, Ray e Nikki simulam um acidente com um ar-condicionado. Como o primeiro plano de Ray deu muito errado, o casal começa a trabalhar junto para tentarem pegar o selo de Emmit. Ao longo da temporada, Nikki se torna uma das principais personagens da temporada.

Emmit começa a ver as coisas desandarem para o seu lado quando vai pagar um empréstimo realizado por sua empresa há dois anos. Ele é surpreendido quando o misterioso empresário V.M. Varga (David Thewlis) informa a Emmit que ele não teria que lhe pagar quantia alguma, já que a negociação realizada por ele tratava-se na verdade de acordo de parceria de uma corporação obscura. Varga começa suas ações assumindo voluntariamente uma área não ocupada no escritório de Emmit. Manipulador e muito esperto, Varga é um excelente antagonista, assim como Lorne Malvo foi na primeira temporada. Com o desencadear dos acontecimentos, Varga chega a controlar praticamente toda a vida de Emmit. Assim, por consequência lógica, os inimigos de Emmit também se tornam inimigos de Varga.

Diferente das temporadas anteriores, que foram construindo sua história ao longo dos primeiros episódios, o terceiro ano de Fargo entrega praticamente tudo o que o telespectador precisa saber logo no seu primeiro episódio. Isso acabou provocando um desenvolvimento arrastado da narrativa, que demora alguns episódios para realmente empolgar.

Esta terceira temporada diferencia-se também por ter uma história quase que independente. Os acontecimentos ainda estão dentro do universo de Fargo, mas só tomamos conhecimento disso quando um personagem da primeira temporada aparece no final do sétimo episódio. Todo o restante do que é apresentado por Noah Hawley, criador da série, não tem nenhum tipo de ligação com as temporadas anteriores. Vale relembrar que a primeira e a segunda temporada, apesar de acontecerem em épocas bem diferentes, estão diretamente relacionadas.


Considerações finais
Levando-se em conta o altíssimo nível das temporadas anteriores, a terceira temporada de Fargo é a mais fraca da série. Acontece que a série do canal FX tem uma qualidade tão grande que ainda assim os dez episódios do terceiro ano são melhores do que a grande maioria das séries produzidas pelas emissoras de TV nos Estados Unidos.

A essência de Fargo ainda está presente: personagens marcantes, pessoas comuns envolvidas em situações inusitadas, a mistura de drama com humor negro, o clima de inverno dos EUA como ambientação, fotografia e trilha sonora de qualidade. O problema é mesmo a narrativa, que demora a engatar e não se mostra tão intensa como nas duas temporadas anteriores.

Nota
★★★★☆ - 4


Veja mais sobre Fargo:
└ Análise da série Fargo (1ª temporada)
└ Análise da série Fargo (2ª temporada)