Nos últimos anos, temos visto algumas empresas trazendo de volta franquias de games famosas. Para citar alguns exemplos, temos Megaman, Crash BandicootSpyro, e, futuramente, Battletoads e Streets of Rage. Aproveitando essa onda de revisitação do passado, confira a seguir uma lista com sete franquias que merecem uma nova chance no mundo dos games.

Banjo-Kazooie
Banjo-Kazooie, já na sua estreia, conseguiu bater de frente com o primeiro Mario 3D e, posteriormente, a saga evoluiu com Banjo-Tooie, que foi outro sucesso absurdo. Após a compra da Rare pela Microsoft, a desenvolvedora só trabalhou com mais um jogo da série para os consoles de mesa. Banjo-Kazooie: Nuts & Bolts foi extremamente criticado por ser muito diferente dos anteriores, tendo mudado muito sua essência. Graças a uma péssima recepção por parte dos fãs, a franquia acabou no limbo e nunca mais recebeu um novo jogo.

Conker
Outra franquia da Rare que acabou enterrada após a compra da empresa pela Microsoft foi Conker. Depois que o segundo jogo da série foi lançado para o Nintendo 64, tudo o que tivemos de Conker foi um remake com multiplayer para o Xbox e pequenas aparições do personagem em alguns jogos. Nunca mais tivemos um novo jogo realmente focado no esquilo. Conker's Bad fur Day simplesmente revolucionou o mercado no seu lançamento e um novo jogo do personagem seria muito bom para a Microsoft fortalecer o catálogo do games e conquistar mais a confiança do seu público.

Fable
A franquia Fable foi uma das mais populares do Xbox durante muito tempo e inovou a forma de como as escolhas do jogador podem afetar a história e o mundo do jogo. Atualmente, o console da Microsoft está passando por uma certa carência de jogos do gênero RPG e a volta de Fable seria algo muito positivo. Os fãs da série já esperam há alguns anos um novo Fable de alta qualidade, como foi o caso de Fable II, vencedor de vários prêmios.

Sillent Hill
Sillent Hill é uma das maiores franquias de jogos de terror de todos os tempos. Apesar disso, o tempo foi passando e cada vez menos investimento a série recebeu. A última promessa de retorno foi com "P.T.", uma demo para um futuro jogo da franquia que se chamaria Sillent Hills. Acontece que com a saída de Kojima da Konami, o projeto infelizmente foi cancelado e, desde então, não temos mais nenhuma novidade envolvendo Sillent Hill. Chega a ser triste pensar a pequena demonstração foi o suficiente para revolucionar o mercado de jogos de terror atuais, mostrando o quão promissor o projeto parecia ser.

Prince of Persia
A série Prince of Persia existe desde os anos 1980 e já recebeu diversas versões extremamente aclamadas, tanto pelo público quanto pela crítica especializada. Após o surgimento de Assassin's Creed (que inicialmente seria um novo Prince of Persia), a franquia acabou deixando de receber atenção da Ubisoft e foi, infelizmente, deixada de lado.


Splinter Cell
Outra franquia muito aclamada da Ubisoft é Splinter Cell, que teve o seu último jogo lançado em 2013. Esta é outra série que a Ubisoft, por um motivo que desconhecemos, deixou na geladeira. Mesmo que o seu retorno seja muito pedido pelos jogadores, o agente Sam Fisherj só fez pequenas aparições em outros jogos da Ubi.

Skate
A franquia Skate foi criada pela EA Games e rapidamente se tornou uma das mais importantes no ramo de jogos de esporte. O último jogo da série a ser lançado foi Skate 3, lá em 2010. Muito embora tenha sido bem recebido, a EA acabou desistindo da franquia. O lançamento de um novo Skate seria muito bem-vindo, já que a série Tony Hawk Pro Skater vem decepcionando em seus últimos lançamentos e o mercado enfrenta uma escassez de jogos nesse estilo.