A desenvolvedora polonesa CD Projekt RED anunciou ontem (20) que firmou um novo acordo com Andrzej Sapkowski, escritor dos livros da franquia The Witcher, que "solidifica ainda mais sua parceria".

Existia um desentendimento entre Andrzej e a CD Projekt RED.  O autor, imaginando que a franquia não teria grande sucesso no mundo dos games, teria vendido os direitos de uso da licença em um pagamento único, em vez de um sistema de royalties que a desenvolvedora ofereceu inicialmente.

Depois dos números alcançados pela franquia, principalmente após o lançamento de The Witcher 3: Wild Hunt, o autor pediu, em outubro de 2018, cerca de 60 milhões de zlotys poloneses (aproximadamente R$ 64 milhões de reais, em conversão direta) a CD Projeck RED por "royalties adicionais". O estúdio fez uma contraproposta, oferecendo um pagamento adicional para o escritor.

Depois dessa desavença, foi anunciado agora que as duas partes chegaram a um consenso. Adam Kicinski, presidente e CEO da CD Projekt Red, afirmou que o acordo marca uma nova etapa no relacionamento entre a desenvolvedora e Andrzej Sapkowski: "nós sempre admiramos as obras de Andrzej Sapokowski - uma grande inspiração para a equipe da CD Projekt Red. Acho que hoje marca uma nova fase na nossa longeva relação".

De acordo com o CEO, o acordo "satisfaz e esclarece completamente as necessidades e expectativas de ambas as partes, passadas e presente". Também foi confirmado que a CD Projekt Red passou a ter os direitos intelectuais de The Witcher para videogames, HQs, jogos de tabuleiro e produtos ligados a marca.

Será que The Witcher 4 está a caminho? Atualmente a desenvolvedora está trabalhando em Cyberpunk 2077, que chega ao mercado em 16 de abril de 2020 para Xbox One, PlayStation 4 e PC.

Veja mais sobre The Witcher:
└ Análise do jogo The Witcher 3: Wild Hunt