O RPG japonês Scalebound foi apresentado pela Microsoft na sua conferência de imprensa na E3 2014. O jogo chamou muita atenção, principalmente por estar sendo desenvolvido pela PlatinumGames e por se tratar de um exclusivo oriental. A ausência de jogos do gênero era, e ainda é, um ponto fraco do console da Microsoft.

As últimas aparições do game se deram em 2016, tendo o seu cancelamento sido anunciado pela Microsoft no começo de 2017. Na época, a gigante de Redmond foi muito criticada pelos jogadores, já que este era o segundo cancelamento de um grande jogo por parte da Microsoft em um período de tempo relativamente pequeno. Antes, em maio de 2016, a companhia havia cancelado Fable Legends.

Passados três anos, um representante do estúdio disse que eles adorariam concluir o desenvolvimento de Scalebound, mas tudo depende de um aval da Microsoft. A declaração foi dada pelo produtor Atsushi Inaba, durante uma entrevista ao site Eurogamer.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de a PlatinumGames voltar a trabalhar em Scalebound, Inaba proferiu a seguinte resposta: "É uma boa pergunta! Mas essa propriedade intelectual pertence 100% à Microsoft. Aconteça o que acontecer com este projeto, não podemos fazer nada com ele, a não ser que a Microsoft permita. Mas é um jogo que adoramos e, se surgir a oportunidade, é algo ao qual adoraríamos voltar.". Será que futuramente teremos mais capítulos dessa novela?

Enquanto isso, depois dos lançamentos bem-sucedidos de NieR: Automata e Astral Chain, a Platinum se prepara para lançar neste mês as remasterizações de Vanquish e Bayonetta no PlayStation 4 e Xbox One. O estúdio também lançou uma campanha de financiamento coletivo no Kickstarter para um remaster de Wonderful 101. Sabemos ainda que eles estão trabalhando, junto com a Nintendo, em Bayonetta 3.