Em 13 de setembro de 1985, há exatos 35 anos, a Nintendo lançava no Japão Super Mario Bros., jogo idealizado pelo designer Shigeru Miyamoto. O sucesso do título foi tão grande que o Mario, além de virar o mascote da empresa, se tornou um dos personagens mais populares do mundo dos games.

Para comemorar esta importante data, nos listamos abaixo dez curiosidades sobre o game de maior sucesso da geração dos consoles com processador de 8 bits. Confira:

1. Super Mario Bros. é o terceiro jogo protagonizado pelo personagem Mario. Ele antes apareceu em Donkey Kong (1981), onde assumiu papel de um carpinteiro e era conhecido como Jumpman, e em Mario Bros. (1983) quando se tornou um encanador e passou a ser identificado pelo nome que conhecemos até hoje.

2. O "super" o presente no nome do game se deve ao power-up do cogumelo. Como o Mario ficava maior ao pegá-lo, Miyamoto decidiu adicionar o termo no título do jogo.

3. Em razão das limitações do sistema, as nuvens e os arbustos presentes nas fases do game possuem exatamente o mesmo formato, tendo recebido apenas colorações diferentes.

4. Bowser foi originalmente desenhado como um boi por Miyamoto. No entanto, o designer Yoichi Kotabe interpretou mal o desenho e achou o personagem mais parecido com uma tartaruga. Os dois então trabalharam juntos para a criação do visual do principal antagonista do game.

5. Além de compor a trilha sonora, Koji Kondo projetou a pequena coroa que você ganha ao coletar 10 vidas extras.

6. O Minus World é um dos glitches mais famosos dos videogames, podendo ser acessado no final do mundo 1-2. Trata-se de um bug que libera para o jogador um nível inacabado do jogo. O nível é identificado na memória interna como "World 36-1", mas quando o game tenta exibi-lo, o 36 é substituído por um espaço em branco. O motivo dessa falha se deve a leitura incorreta de um byte. Mario é colocado em um nível de água em loop infinito, impossibilitando que o jogador o complete.

7. A versão japonesa do jogo no Famicom Disk System apresenta um resultado diferente ao executar a falha do Minus World: além colocar o jogador em um outro nível, em vez ficar repetindo o início depois que Mario atinge o final, o personagem passa por três níveis diferentes até que o jogador atinja o objetivo final do jogo.

8. E se eu te disser que Minus World não é o único nível inacabado no game? Super Mario Bros. possui não apenas 8 mundos, mas sim 256. Isso mesmo, você não leu errado. Acontece que os outros 248 mundos também são compostos por níveis inacabados. Para ter acesso eles, você precisa de um NES, e os jogos Super Mario Bros. (óbvio) e Tenis. Coloque o cartucho com o jogo do Mario no console e retire-o com o sistema ainda ligado. Em seguida, você deverá colocar cartucho do Tenis e reiniciar o aparelho. Inicie uma partida e corra um pouco. Em seguida, retire o cartucho do Tenis e com o console ainda ligado e coloque Super Mario Bros. de volta. Reinicie o NES pressione os botões A + start. Feito isso, você estará em um dos 256 mundos.

9. Antes de se tornar primeiro grande sucesso da Nintendo nos EUA, Super Mario Bros. foi planejado como o último jogo próprio da Nintendo a ser lançado em cartucho no Japão, já que a companhia se preparava para colocar no mercado o Famicom Disk System, que era baseado em disquetes. Ironicamente, o jogo se tornou tão popular que os cartuchos permaneceram vivos no mercado por mais duas décadas (além do fato do fato do Famicom Disk System não ter se saído bem no mercado).

10. Até 2006, Super Mario Bros. era o jogo mais vendido da história, com mais de 40,24 milhões de cartuchos comercializados para o NES. O jogo foi curiosamente ultrapassado pelo Wii Sports, outro game da Nintendo.