Enquanto navegava pela internet, talvez em algum momento você tenha se deparado com o termo "creepypasta". Você sabe o que essa palavra significa e como ela se tornou tão popular? Na postagem de hoje, vamos falar um pouco desse assunto.

De forma resumida, uma creepypasta nada mais é do que uma lenda da internet, uma história normalmente curta, que costuma conter elementos paranormais e/ou bizarros. Algumas creepypastas são baseadas em algo que existe, como videogames, filmes, séries ou livros. Se você pesquisar bem, notará que para quase tudo que é popular existe algum tipo de lenda rondando na web.

A palavra é originária do inglês, sendo formada pela junção do termo "creepy", que significa "arrepiante" ou "assustador", e da expressão "copypaste", que quer dizer "copiado e colado". Antigamente, as creepypastas eram extremamente populares nos fóruns. O fenômeno acontecia de forma rápida e inesperada: em um primeiro momento, as histórias eram publicadas em algum fórum pequeno, sendo posteriormente republicadas em diversos sites; algumas vezes, vídeos contando aquela lenda também eram criados.


Dentre as várias creepypastas que surgiram, provavelmente a mais popular foi a do Slender Man. O personagem que começou aparecendo em algumas montagens de fotos e histórias de terror, hoje é quase um ícone da cultura pop, estando presente em jogos, filmes e vários curtas-metragens amadores. A lenda conseguiu sair da internet.

E quem não se lembra daquela famosa lenda baseada no jogo de Pokémon, que dizia que a música temática que começava a tocar quando seu personagem chegava na cidade de Lavender, nas versões inicias do jogo, teria afetado a mente de alguns usuários ao ponto deles cometerem suicídio? Bem difícil de acreditar né? Fato é que essa história e várias outras assustaram diversas crianças por muito tempo na internet.

Até hoje muitas lendas são espalhadas pela web, mas a força das creepypastas caiu muito. Uma das últimas que foram realmente virais, foi a história de Momo, que supostamente seria um espírito maligno capaz de se comunicar com pessoas através do WhatsApp, atormentando-as com imagens violentas.