Há exatos trinta anos, a Sega lançava, nos Estados Unidos, o jogo que mudaria para sempre a sua história. Sonic the Hedgehog teve uma grande importância nos planos da empresa japonesa em expandir a sua atuação no mercado ocidental, além de ser o responsável por tornar o ouriço azul um dos personagens mais conhecidos do mundo dos games.

Para comemorar o aniversário de trinta anos do Sonic, separamos dez curiosidades sobre o seu jogo de estreia.

1. Na época em que foi lançado, tudo no jogo era revolucionário: os gráficos, o som e até o personagem. A ideia era fazer um game que conquistasse os estadunidenses, na esperança de que isso também se repetisse no mercado japonês. Embora o jogo tenha sido de fato um grande sucesso na maior parte do ocidente, ele teve um desempenho moderado na terra do sol nascente.

2. O desenvolvimento de Sonic the Hedgehog começou em 1990, quando a Sega ordenou que seus desenvolvedores criassem um jogo apresentando um mascote para a empresa, algo semelhante ao que o Mario representava para a Nintendo.

3. O caminho para chegar até o Sonic não foi fácil: cerca de 200 designs de personagens foram elaborados. Dentre os vários projetos rejeitados estavam um coelho, vários tipos de guerreiros, um palhaço, um personagem humano com cabelo parecido com o de Bart Simpson, um pequeno porco-espinho, um frango mal humorado, um lobo vestindo uma camisa com a bandeira dos EUA e um bulldog.


Como já é sabido, quem venceu a disputa foi um ouriço azul, que foi desenhado por Naoto Oshima.


4. Dentre os designs de personagens estava uma caricatura de Theodore Roosevelt, que serviu de base para o desenho do Dr. Ivo Robotnik. Abaixo, você confere a arte inicial do Dr. Eggman, quando ele ainda era cotado para ser o protagonista.


Posteriormente, o personagem sofreu algumas modificações e passou a adotar a aparência que conhecemos hoje.


5. No conceito original de Sonic the Hedgehog estava uma personagem chamada Madonna. Inspirada em parte pela cantora de mesmo nome, ela seria um interesse amoroso de Sonic. Quando Naoto Ohshima mostrou pela primeira vez o design do ouriço, muitos de seus colegas pensaram que o personagem era "fofo" e "uma criança", mas na mente de Ohshima Sonic era um pouco mais velho e maduro.


Para deixar isso mais claro, ele criou uma mulher adulta com um vestido vermelho, que seria namorada do personagem e o perseguiria. Não sabemos se ela o acompanharia no jogo, embora seja provável que sua presença fosse vista apenas em materiais promocionais. 


A gerente de projeto de Sonic na Sega of America, Madeline Schroeder, afirmou que ela foi a responsável pela remoção da personagem, objetivando uma melhor recepção do jogo nos mercados ocidentais. No entanto, isso foi posteriormente desmentido por Yuji Naka, durante uma entrevista no Summer of Sonic 2011. O programador explicou que Madonna nunca foi além do estágio de conceito, principalmente devido à forte comparação que a sua presença no game geraria entre o Sonic e o Mario (com a Princesa Peach).

6. Durante o processo de desenvolvimento, cogitou-se que o Sonic seria vocalista de um grupo musical. Os outros membros da banda eram Max the Monkey no baixo, Mach the Rabbit na bateria, Sharps the Parakeet na guitarra e Vector the Crocodile nos teclados. Em storyboards que faziam parte do design original do game, os membros da banda fariam parte da história e precisariam ser resgatados por Sonic após terem sido capturados pelo Dr. Eggman. Eles também foram feitos para encerrar o jogo e seriam vistos quando o logotipo da Sega aparecesse.


Existem duas histórias sobre a remoção da banda. Madeline Schroeder, dentre outros, afirmou que foi uma decisão da Sega of America cortar a banda, visando suavizar o personagem e o seu mundo para o público local. No entanto, Yuji Naka afirmou que a razão para a remoção da banda foram as limitações de tempo. O espaço que seria utilizado pelo grupo deu lugar ao jingle da SEGA no início do jogo, que era usado em anúncios japoneses da época. O "SE-GA", sozinho, ocupou 1/8 da ROM de 4 megabit do título.

7. O visual do Sonic foi inspirado em uma variedade de fontes diferentes. As curvas simples e os olhos grandes e expressivos foram estilizados tendo o Mickey Mouse e Felix the Cat como base. A silhueta da "bola de fogo azul" também serviu para dois fatores importantes: dar ao ouriço a aparência espetada que eles queriam e ser simples o suficiente para que uma criança pudesse desenhá-lo. O tom de azul que cobre o personagem veio diretamente do logotipo da Sega; a cor também significava algo mais pessoal para Ohshima, simbolizando a esperança de que "o céu aberto seja azul para sempre". O vermelho e branco de seus sapatos foram inspirados em quem Ohshima sentia ser o personagem mais famoso do mundo, o Papai Noel. O vermelho brilhante também tinha o benefício adicional de se destacar enquanto o personagem estava em movimento. O design do sapato foi feito a partir dos calçados que Michael Jackson usa na capa do álbum Bad.

8. A equipe de desenvolvimento do game sabia que o visual seria um fator determinante para o sucesso do jogo. Parte das inspirações para as fases vieram do principal mercado que eles queriam atrair, os Estados Unidos. As colinas e o céu azul da Green Hill Zone, por exemplo, foram inspirados na Califórnia, mas as cores vieram de uma peça feita pelo artista japonês Eizin Suzuki.

9. Uma das razões pelas quais o Sonic não sabe nadar é que Yuji Naka e outros funcionários pensaram erroneamente que os ouriços não eram capazes de praticar tal ação.

10. A primeira aparição pública de Sonic foi no '90 Tokyo Toy Show, onde uma demo estava disponível para os participantes. Durante o restante do ano de 1990, o trabalho no jogo foi feito a portas fechadas, enquanto a Sega of Japan promovia o título de outras maneiras. Na edição de novembro de 1990 da Sega Players Enjoy Club, uma breve "entrevista" com Sonic foi publicada, estabelecendo sua atitude e seu local de nascimento, na Ilha Christmas. O recurso também serviu como uma forma de apresentar o músico por trás do jogo, Masato Nakamura.