O anime de Dragon Ball Super chegou ao fim em março de 2018 e, desde então, os fãs da série de Akira Toriyama tem esperado pela continuação da animação - algo que parecia quase certo, afinal, o mangá continuou recebendo novas histórias. Alguns anos já se passaram e não há nenhum vestígio de que uma sequência de Dragon Ball Super esteja sendo desenvolvida. Será mesmo que algum dia teremos o retorno do anime?

No dia 9 de maio deste ano foi anunciado, no site oficial de Dragon Ball, que um novo filme da franquia está sendo desenvolvido. Akira Toriyama, criador de toda série, confirmou que está trabalhando no roteiro do longa, o que indica que o filme, diferente de quase todos os outros já lançados, terá uma história canônica que se encaixa na cronologia de Dragon Ball, como foi Dragon Ball Super Broly

Não sabemos absolutamente nada sobre o roteiro do novo filme, mas é muito provável que ele não se baseie nenhuma saga do mangá, já que desde que a animação Dragon Ball Super acabou, o mangá teve uma saga inédita finalizada, que se estendeu por muitos capítulos e dificilmente seria bem adaptada em um longa-metragem. Levando isso em conta, é possível que o filme conte uma história isolada daquela que acompanhamos na série principal.

As circunstâncias realmente indicam que o longa terá um novo protagonista e explorará um período diferente da cronologia, talvez aprofundando algum ponto mal explicado da lore da franquia. Então como fica o anime nessa situação? O mangá continua progredindo após o término da saga Moro, mas parece não haver interesse em animar essa grande história, que é muito aclamada pelos leitores de Dragon Ball.


É realmente difícil imaginar que não exista interesse em dar sequência à série Dragon Ball Super, visto que o anime fez um enorme sucesso enquanto foi exibido e o mangá está conseguindo agradar cada vez mais os fãs. O mais provável para a demora em começar um novo anime seja o formato de transmissão: caso fossem exibidos episódios semanalmente, logo a história do mangá, que  recebe novos capítulos todo mês, seria superada.

Talvez a intenção da Toei Animation com Dragon Ball seja seguir a linha de One Piece, mantendo a série no ar por anos, com episódios semanais. Mas para que isso aconteça, a animação não pode ultrapassar a história do mangá, o que prejudicaria as vendas da versão em quadrinhos da história, como aconteceu durante o período de exibição do anime.

Mesmo que a saga Moro tenha sido extensa e exista a possibilidade de os animadores adaptarem a história do filme do Broly em forma de série animada, para estender a vida do anime, ainda assim a animação superaria facilmente o mangá. Então para Dragon Ball Super enfim retornar, provavelmente teremos que esperar o mangá se desenvolver por mais alguns anos.

Mas os fãs de Dragon Ball não necessariamente vão ficar órfãos de conteúdo animado da série. Atualmente, está sendo exibido o anime Super Dragon Ball Heroes, que serve para promover um jogo de cartas da franquia que existe no Japão. A animação também funciona para saciar um pouco a fanbase, rendendo algumas boas cenas de luta.

O filme de Dragon Ball Super também é um ótimo sinal para o futuro da série. No caso do longa, realmente explorar um novo período e apresentar um novo protagonista poderia iniciar uma nova fase na franquia, explorando mais spin offs e trazendo aventuras de outros personagens que preenchem a história principal. Realmente há um grande futuro de Dragon Ball em termos de animação, uma vez que a série vai muito além do Super, o que parece estar finalmente sendo percebido pelos seus realizadores.


Veja mais sobre o universo de Dragon Ball: