A Netflix confirmou, ontem (20), em um relatório de lucros para acionistas, que pretende incluir jogos mobile no seu catálogo, sem custos extras para os assinantes. A informação chega poucos dias depois de a empresa anunciar a contratação de Mike Verdu, ex-executivo da Electronics Arts e Oculus, para chefiar seu projeto com os jogos.

Abaixo, você confere exatamente o que a empresa disse sobre os game na sua carta aos investidores (via The Verge):

Também estamos nos estágios iniciais de uma expansão para jogos, com base nos nossos esforços anteriores em torno de interatividade (por exemplo, Black Mirror Bandersnatch) e nossos games de Stranger Things. Vemos os jogos como outra nova categoria de conteúdo, semelhante à nossa expansão para filmes originais, animações e programas de TV sem roteiro. Os jogos serão incluídos na assinatura da Netflix, sem custo adicional. Inicialmente, estaremos focados em jogos para dispositivos móveis. Estamos empolgados como sempre com nossa oferta de filmes e séries de TV, e esperamos um longo caminho de investimento e crescimento em todas as nossas categorias de conteúdo existentes. Mas como estamos há quase uma década em nosso avanço na programação original, achamos que é o momento certo para aprender mais sobre como nossos membros valorizam os jogos.

Até o momento, não há informações sobre como a Netflix irá disponibilizar os games para seus assinantes e nem quando isso será feito.

Em 2019, o co-CEO da companhia, Reed Hastings, mencionou que a Netflix "compete com (e perde para) Fortnite mais do que com a HBO", sugerindo que o jogo da Epic Games era um dos seus principais concorrentes quando o assunto é o tempo gasto pelas pessoas na plataforma.