Os animes estão se tornando cada vez mais populares no ocidente. Se no passado essas obras eram feitas visando apenas o público japonês, hoje elas fazem sucesso em todo mundo, o que inclui o Brasil. Esquivar dessa tendência tem se tornado algo difícil, mas algumas pessoas realmente não gostam das animações orientais. Hoje falaremos de Shingeki no Kyojin, também conhecido como Attack on Titan, um anime perfeito até para quem não gosta de obras do gênero.

Shingeki no Kyojin é um shōnen, anime direcionado ao público adolescente do gênero masculino, porém o autor da história não deixou que isso limitasse a sua obra. Diferente do que se espera de uma atração nesse estilo, não temos uma história focada em grandes embates entre seres super poderosos e momentos épicos de ação, Attack on Titan é muito mais do que isso. Apesar do público alvo ser sim os jovens, a série animada pode proporcionar uma boa experiência para pessoas de todas as idades. Sua história é extremamente bem pensada, sendo executada de uma forma que é melhor compreendida por pessoas mais velhas, já que envolve questões filosóficas e políticas, algo que pode ser um pouco complicado para os mais novos.

Shingeki no Kyojin é uma história de ficção, e é bom saber disso desde o começo. Além dos titãs que dão nome a obra, o anime tem diversos elementos fantasiosos que aos poucos vão sendo apresentados. Ter isso em mente é importante para não se decepcionar, já que a animação acaba nos acostumando com um certo realismo. O universo de Attack on Titan é brutal e sombrio, o que é coerente com a realidade criada pela atração. Os personagens são complexos e humanos, além do fato de haver diversas semelhanças entre o mundo do anime e o nosso - não se trata simplesmente da nossa realidade com a adição de monstros gigantes, as diferenças vão muito além disso.


Falando diretamente do enredo, acompanhamos o jovem Eren Yeager, que vive em um mundo onde tudo o que restou da humanidade é cercado por gigantescas muralhas, que protegem os últimos humanos vivos de titãs gigantescos. Os titãs tem uma origem misteriosa e devoram apenas os seres humanos, sem nenhuma razão aparente, já que eles sequer possuem sistema digestivo. Nessa realidade tão cruel, Eren move a trama com o seu grande desejo de ser livre. O protagonista fará de tudo para conseguir sua liberdade, já que ele não consegue viver sabendo que fora das muralhas existe um gigantesco mundo que não pode mais ser conhecido.

No meio da violenta realidade, Attack on Titan entrega muitos momentos de ação, que costumam ser extremamente bem animados. Como boa parte dos personagens são carismáticos ou bem desenvolvidos, vê-los em confronto direto com uma criatura ameaçadora, como um titã, é sempre algo apreensivo. Na maioria dos animes, as lutas são momentos de diversão, mas aqui não é bem assim, afinal, a qualquer momento um personagem que gostamos pode morrer. Os humanos são muito vulneráveis, quase completamente impotentes, então todas as batalhas são difíceis e qualquer pequena vitória já é motivo para se comemorar. Como o anime é sempre muito tenso, cheio de mistérios e violência, os momentos mais calmos, em que podemos parar e rir um pouco, são indispensáveis.

Outro destaque que não pode deixar de ser citado é que a quarta temporada irá receber a sua segunda leva de episódios no começo do ano que vem, finalizando todo enredo de Shingeki no Kyojin. Essa parte final renova a história por completo, apresentando vários novos personagens e discussões, além de trazer um ponto de vista diferente para o enredo, nos colocando para repensar tudo o que foi visto nas temporadas anteriores. Se você gosta de histórias que envolvem governos autoritários e ditadores, provavelmente irá ficar fascinado com a forma com a qual o autor conseguiu incorporar isso no seu mundo fictício. A quarta temporada insere um clima inspirado nos acontecimentos da segunda guerra mundial, isso sem descaracterizar o anime, que mantinha uma estética medieval até então.


Attack on Titan realmente não é um anime comum. A obra é perfeita para mostrar aos que não gostam de animes até onde um desenho pode ir. O enredo consegue ser muito rico, tenso e misterioso, sem sacrificar a diversão. Attack on Titan é gostoso de ver, simplesmente perfeito para fazer uma maratona, mesmo que você nem goste tanto de animações japonesas.