O episódio de estreia do oitavo ano de The Walking Dead foi dedicado a John Bernecker e a George A. Romero. As homenagens foram exibidas no final do capítulo, antes do início dos créditos. John trabalhava como dublê na série e já havia participado de mais de 90 filmes e séries, dentre eles Logan, Corra!, Quarteto Fantástico e três longas da franquia Jogos Vorazes.

No dia 12 de julho de 2017, quando estava gravando cenas para a oitava temporada do drama apocalíptico, John sofreu um acidente e caiu de uma altura de seis metros em um chão de concreto. Ele sofreu um grave ferimento na cabeça e foi levado para o Atlanta Medical Center, mas não resistiu e faleceu no dia seguinte, aos 33 anos.

A cena em que o evento trágico aconteceu era ambientada no Santuário e envolvia o personagem Dwight, interpretado por Austin Amelio. Bernecker e Amelio, estavam gravando a tomada em uma sacada e Bernecker deveria fazer uma queda. De acordo com a polícia local, o dublê caiu fora da área segura (uma espécie de grande almofada) por uma diferença de apenas alguns centímetros.

Após o ocorrido, a emissora AMC divulgou a seguinte nota: "Estamos tristes em informar que John Bernecker, um talentoso dublê de The Walking Dead e várias outras séries e filmes, sofreu sérios ferimentos em um trágico acidente no set. Ele foi levado imediatamente para o hospital de Atlanta e paramos a produção temporariamente. Nossos pensamentos e orações estão com John e sua família.".


Em janeiro de 2018, os pais de Bernecker processaram a AMC Networks e sua produtora, Stalwart Films, alegando que as empresas comprometeram as medidas de segurança por causa do cronograma e de preocupações financeiras. O julgamento foi realizado em dezembro de 2019 e o júri concedeu à família do dublê uma indenização de US$ 8,6 milhões. A AMC não foi considerada negligente nem responsável na decisão unânime.

Após o julgamento, Jeff Harris, advogado da família, se pronunciou sobre o caso: "Minha esperança sincera é que este veredito mande uma mensagem clara sobre a necessidade de elevar e se ater estritamente aos padrões de segurança da indústria em cada dia, em cada tomada, em cada set de filmagem. A morte trágica e evitável de John aconteceu como resultado de uma série de falhas relacionadas à segurança. Aprender com estas falhas ajudará muito a evitar que tragédias semelhantes aconteçam com outro profissional ou outra família.".

A AMC também se manifestou por meio de um comunicado. "Não há vencedores ou perdedores nesse tipo de situação. Este foi um terrível e trágico acidente e nossa solidariedade continua com a família e os amigos de John Bernecker. O set de The Walking Dead é seguro e gerenciado para atender ou exceder todos os padrões e diretrizes do setor relacionados à segurança dos dublês. Este foi o caso durante a produção de dez temporadas e mais de 150 episódios e continua a ser o caso hoje, não obstante este acidente muito triste e isolado.", disse a empresa.