Guerra é um assunto recorrentemente abordado pelos games. Vários são os jogos que colocam os jogadores em intensas batalhas bélicas. Valiant Hearts: The Great War é mais um jogo ambientado nesse tipo de universo, apresentando, no entanto, uma proposta diferente: mostrar a sofrimento de pessoas durante a primeira guerra mundial.

Dividido em quatro capítulos, o game centra-se em quatro personagens: Emile, Freddie, Karl e Anna. Emile é um fazendeiro convocado pelo exército francês para lutar na guerra. Freddie é um soldado estadunidense que se alista para lutar pela França na guerra; Freddie quer se vinga dos alemães pela morte de sua esposa. Karl é genro de Emile e morava na França; ele foi deportado para a Alemanha após ser convocado pelo exército alemão. Por fim, Anna é uma enfermeira belga que cuida dos soldados feridos e procura seu pai, sequestrado pelos alemães.

No decorrer da história cada um dos quatro personagens é controlado pelo jogador, que pode ver de perto os reflexos que a guerra causou na vida de cada um deles. Com o avanço da guerra, suas histórias acabam cruzando umas com as outras. Outro personagem de destaque é Walt, um cão treinado para atuar na guerra. Walt ajudará o jogador em vários momentos ao longo da história, podendo também ser controlado.

Valiant Hearts: The Great War é uma verdadeira aula de história. O jogo traz uma quantidade enorme de fatos e objetos utilizados na guerra, sendo uma riquíssima fonte de conhecimento. Até mesmo o Brasil, que teve uma atuação neutra durante grande parte da guerra, ganha destaque no game dentro da seção de fatos.

Mesmo retratando um dos períodos mais tristes da humanidade, o game é muito bonito. Esta frase pode até parecer contraditória, mas a direção de arte do game é belíssima, sendo um de seus pontos mais marcantes: o jogo conta com um visual cartunesco, com ambientes e personagens que parecem terem sidos desenhados à mão. Apesar dessa simplicidade, Valiant Hearts não poupa detalhes ao representar as terríveis atrocidades ocorridas entre os anos de 1914 e 1918. A trilha sonora também não decepciona, sendo bastante presente e marcante durante toda a jogatina. Pode-se dizer que temos uma representação artística da primeira guerra.

E como que o game funciona? Valiant Hearts é um jogo 2D de puzzles. O jogador deve basicamente deslocar-se pelo cenário enquanto encontra formas de poder avançar. Muitos dos puzzles envolvem basicamente a coleta de itens. Cada um dos personagens possui habilidades próprias, o que proporciona uma variedade na jogabilidade. Nenhum dos quebra-cabeças é extremamente difícil, basta penas ter paciência e reunir os elementos necessários para concluí-los. Mesmo que o jogador fracasse em algum objetivo, o game conta com um sistema de checkpoints bem generoso, colocando o jogador em uma área próxima daquela em que o erro foi cometido.

Desenvolvido pela Ubisoft Montpellier, Valiant Hearts: The Great War está disponível para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One, Windows, Android e iOS. Esta análise foi feita com base na versão do Xbox One.


Considerações finais
Valiant Hearts: The Great War apresenta nova perspectiva sobre um tema já batido na indústria dos games: a guerra. Sentimental e melancólico, o objetivo principal do game é retratar a destruição que a guerra causa na vida das pessoas. E ele consegue cumprir isso com louvor, entregando uma experiência riquíssima em fatos históricos.

Ainda que apresente uma quantidade considerável de puzzle, o game da Ubisoft Montpellier é relativamente fácil de ser finalizado, possuindo poucos trechos que realmente podem apresentar algum grau de dificuldade.

Nota
★★★★☆ - 4