Chegamos a nossa segunda parte de curiosidades sobre o filme ganhador do prêmio de melhor filme no Oscar 2020. Na postagem de hoje, separamos mais dez fatos curiosos sobre o longa-metragem sul-coreano Parasita. Confira:

11. O diretor Bong Joon-ho fez vários esboços das estruturas básicas da casa da família rica. Quando o designer de produção consultou um arquiteto real para projetar a casa, a ver os esboços da casa o arquiteto disse: "Nenhum idiota construiria casas dessa maneira. Isso é ridículo".

12. O arquiteto da mansão Park compartilha o mesmo sobrenome do personagem de Song Kang-ho no filme Expresso do Amanhã (2013). No filme em questão, Namgoong era um especialista que projetou recursos de segurança em um trem.

13. A casa da família Park foi projetada para apresentar linhas que claramente separariam os Park dos Kims, em outras palavras, os ricos dos pobres.

14. A primeira música dos créditos finais foi escrita por Bong Joon-ho e cantada pelo ator principal, Choi Woo-shik.

15. A musiquinha que Kim Ki-jung e Kim Ki-woo cantam antes de entrarem na residência dos Park é realmente uma canção comum que as crianças usam para memorizar coisas na Coreia do Sul.

16. A mesa de centro da sala dos Park foi projetada especialmente para o filme. Os projetistas mediram tudo para que três adultos pudessem caber embaixo dela.

17. Parasita é o terceiro filme a ganhar a Palma de Ouro no Festival de Cannes e o Oscar de melhor filme, depois de Farrapo Humano (1945) e Marty (1955). Também foi o primeiro filme sul-coreano a ganhar esses dois prêmios.

18. Darcy Paquet, responsável pela tradução do filme para o inglês, teve que inventar o termo "ram-don" para se referir ao prato que aparece no longa-metragem. A combinação das palavras "ramen" e "udon" foi usada para representar o prato coreano difícil de se traduzir, o jjapaguri. Jjapaguri, também conhecido como chapaguri, é a combinação dos macarrões instantâneo das marcas Chapagetti e Neoguri. O Chapagetti é um macarrão de feijão preto que é doce e salgado, enquanto o Neoguri tem sabor picante de frutos do mar. Como o macarrão Chapagetti é do tipo ramen e o Neoguri é do tipo udon, o nome "ram-don" é uma combinação das duas palavras. O jjapaguri é um alimento comum na Coréia do Sul, mas normalmente não é acompanhado de carne, muito menos um corte caro de lombo de Hanwoo, uma raça de gado nativa da Coreia. Apenas 100 g (0,2 kg) da carne que é adicionada ao chapaguri no filme custam 12.000 Won sul-coreano (aproximadamente US$ 10, ou R$ 43,64, na cotação de hoje). Colocar a carne cara de Hanwoo em macarrão instantâneo barato é outro exemplo de divisão de classes, tema recorrente no filme.

19. O diploma falsificado de Ki-Woo mostra que ele é estudante da Universidade de Yonsei, a mesma em que o diretor Bong Joon-ho estudou sociologia.

20. No idioma original, na cena em que o pai olha os documentos falsificados da universidade, ele diz: "Nossa, a Universidade de Yonsei também tem graduação em falsificação de documentos?". Acontece que na tradução para o Inglês, a instituição de ensino superior foi mudada para Oxford. O diretor e o tradutor concordaram com a alteração, para que a piada tivesse efeito com o público estrangeiro. Para contextualizar, Universidade de Yonsei é uma das três universidades SKY da Coréia do Sul, o grupo das universidades mais prestigiadas do país.

Veja mais sobre Parasita:
└ 10 curiosidades sobre o filme Parasita [Parte 1]
└ 10 curiosidades sobre o filme Parasita [Parte 3]
└ Análise do filme Parasita