O Flood é uma das várias espécies que compõe o universo de Halo. Apresentado logo no primeiro game da saga, Halo: Combat Evolved, os parasitas alienígenas continuaram marcando presença até Halo 3, onde supostamente foram extintos. Neste artigo, falaremos sobre a origem dessa misteriosa raça e como ela pode retornar em Halo Infinite, o próximo jogo da franquia.

A origem do Flood ocorre bem antes de Combat Evolved, em um tempo onde a humanidade existia de forma completamente diferente. No universo de Halo, os Precursores foram os responsáveis por criar diversas raças, incluindo a humana e os Forerunners. Em um certo momento da história, os Precursores decidiram eleger uma nova espécie para assumir o manto da responsabilidade, título dado a raça escolhida para proteger e administrar toda a vida da galáxia; para a surpresa dos Forerunners, o manto foi concedido à raça humana. Com isso, os Forerunners ficaram enfurecidos com seus criadores e assassinaram boa parte dos Precursores, colocando-os em risco de extinção. Por ser uma raça completamente pacifica, os Precursores decidiram não atacar. Para sobreviver, eles se transformaram em uma espécie de poeira especial, visando no futuro se reconstituir nos seus corpos e voltar a existir normalmente, o que não aconteceu como o planejado.

Muitas coisas aconteceram enquanto os Precursores estavam fora e o pó em que eles se transformaram acabou se corrompendo e não os trouxe de volta. O pó se tornou uma espécie de vírus que afetava todas os seres vivos, transformando-os em criaturas completamente monstruosas - que no futuro ficaram conhecidas como Floods. Eles rapidamente se tornaram uma grande ameaça para todos os seres vivos da galáxia: mesmo após várias tentativas de destrui-los, os Floods se mantiveram vivos presos dentro de uma instalação. Anos após esses eventos, eles voltaram a assombrar os seres vivos ao serem acidentalmente libertados.

Depois anos de batalhas contra os Floods, a humanidade conseguiu destruir a espécie utilizando um Halo, mas  a história dessa raça não acabou exatamente assim. Na expansão Awakening The Nightmare, de Halo Wars 2, descobrimos que parte dos Floods permaneceram vivos dentro da High Charity e, para a infelicidade da galáxia, foram novamente libertados acidentalmente, agora pelos Banidos (clique aqui para ler um post dedicado exclusivamente a eles). Assim, descobrimos que os Floods de fato nunca foram realmente destruídos. Mesmo que os Banidos tenham de certa forma conseguido conte-lo, sabemos que não podemos subestimar os Floods, já que eventualmente eles poder encontrar uma forma de se espalhar novamente. Não temos certeza de se a raça vai ou não retornar em Halo Infinite, mas como o jogo se propõe a trazer a franquia de volta às suas raízes, pode ser que os Floods deem as caras na próxima aventura de Master Chief.