Redfall foi o jogo que fechou a conferência da Microsoft na E3 deste ano, mas diferente do evento como um todo, a recepção do game nas redes sociais não foi muito positiva. Muitas pessoas se decepcionaram com o trailer, que mais parecia o anúncio de um Left 4 Dead com vampiros. Seria Redfall apenas um jogo co-op em que você luta contra hordas e mais hordas de inimigos pouco inteligentes?

Para começar, temos que levar em conta que Redfall está sendo desenvolvido pela Arkane Studios, os mesmos criadores de Dishonored e Prey, que apesar de poderem ser considerados jogos de tiro em primeira pessoa, vão muito além disso. Ambos chamam atenção pelo level design, que dá várias possibilidades de abordagem ao jogador. Mesmo sem cenários abertos, os dois títulos permitem que você jogue do seu jeito e resolva as missões como bem entender. Não há uma maneira certa ou errada de concluir o objetivo, tudo fica ao seu critério.

Já sabemos que Redfall terá um mundo aberto, o que provavelmente irá possibilitar que o jogador tenha ainda mais liberdade. Será possível se juntar a um grupo de amigos e utilizar diversas armas para eliminar hordas e mais hordas de inimigos, porém essa é apenas uma das formas possíveis de se jogar. O trailer de revelação já deixou bem claro que cada personagem terá seus poderes, o que abre uma gama ainda maior de possibilidades.


Não sabemos muito bem como os inimigos vão funcionar. Algo muito interessante que foi dito é que os vampiros são parte de um experimento que deu errado e, desde então, eles continuaram a evoluir, o que indica que durante a campanha provavelmente veremos os vampiros se fortificando e talvez até se adaptando a sua forma de jogar. Além disso, também enfrentaremos inimigos humanos que estarão pelo mundo do game.

Diferente do que muitas pessoas pensam, Redfall realmente não parece ter grandes semelhanças com Left 4 Dead. O game está mais para uma junção de Dishonored Prey com o gênero de hero shooters, com suporte ao co-op para até quatro pessoas, isso tudo em um mundo aberto cheio de hordas de vampiros, que podem ser muito mais inteligentes do que estamos imaginando.